Instigante

A chama da paixão arde, mas não vemos.
Seguro e contradizente.
A ferida dói, mas não sentimos.
É eterno, mas nunca dura eternamente.
Mesmo que fosse sem doer ou arder, nesse estado de pura ilusão, o racional não mensura o sentimento...
Na realidade, nunca se sabe o quanto se ama, amando....
A genuína intensidade do amor só é sentida quando se pode perceber a falta que tal pessoa faz. Ou seja, na total ausência.

3 comentários:

Gregory disse...

Valerinha voce ta escrevendo muito bem! ta show seu blog. E esse tópico é mais que verdade, concordo com tudo que está escrito ai. bj e continue escrevendo. fica com Deus

Lye disse...

'A genuína intensidade do amor só é sentida quando se pode perceber a falta que tal pessoa faz. Ou seja, na total ausência.' Perfeito e profundo como você Lelinda.

disse...

... então, somos duas aventureiras no mundo dos blogs! prazer ;) adorei sua visita, adorei seu cantinho... que força nas palavras... beijo e bom final de semana!

Postar um comentário